African Energy Chamber
Fonte: African Energy Chamber |

A OPEP felicita o presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, pelo prémio de Figura do Ano 2020

Sob a liderança do Presidente Nyusi, Moçambique emergiu em 2020 como o principal destino de investimento em África

Os desenvolvimentos de gás para geração eléctrica farão de Moçambique um exportador fiável de energia para os seus países vizinhos

JOHANNESBURG, África do Sul, 18 de março 2021/APO Group/ --

O Secretário-Geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), Mohammed Sanusi Barkindo, em nome da sua organização e dos seus membros, dirigiu uma mensagem de felicitações ao Presidente da República de Moçambique, Sua Excelência Filipe Jacinto Nyusi após a sua nomeação como Figura do ano de 2020 ” pela Africa Oil & Power.

O prémio representa um reconhecimento da indústria energética por vários anos de consistente trabalho árduo, que culminou no início de projectos multibilionários de gás em Moçambique, numa altura em que a indústria passava por uma crise global.

“É impressionante, comovente, mas não surpreendente que S.E. Barkindo faça de Moçambique uma parte importante dos esforços da OPEP para ir além dos seus principais estados membros,” Declarou NJ Ayuk, Presidente Executivo da Câmara Africana de Energia.

“S.E. Barkindo conhece em primeira mão as possibilidades que a energia pode trazer a Moçambique e a sua mensagem ao seu irmão, camarada e amigo Presidente Nyusi, envia um claro apelo à acção à comunidade internacional para trabalhar com Moçambique no seu caminho para a estabilidade e prosperidade”, concluiu Ayuk.

Sob a liderança do Presidente Nyusi, Moçambique emergiu em 2020 como o principal destino de investimento em África. É provável que continue a ser um destino líder para investimentos no setor da energia globalmente na próxima década, com mais de US $ 100 mil milhões a serem investidos em toda a cadeia de valor da energia para monetizar os seus recursos de gás. Os investimentos planeados para a indústria de gás de Moçambique, para a geração eléctrica à base de gás e para desenvolvimentos petroquímicos terão um impacto significativo na melhoria não só das condições sócio-económicas em Moçambique, mas também provavelmente irão impactar positivamente toda a sub-região.

Os desenvolvimentos de gás para geração eléctrica farão de Moçambique um exportador fiável de energia para os seus países vizinhos. As receitas provenientes destes desenvolvimentos irão impulsionar toda a economia e levar a empregos em todos os setores, especialmente para a população jovem de Moçambique. O desenvolvimento de infra-estruturas que já estão também previstos ligará os portos de Moçambique com estradas modernas a vizinhos sem acesso ao litoral como o Zimbabwe e o Malawi, estendendo assim benefícios significativos do crescimento de Moçambique a toda a sub-região. De acordo com a Câmara Africana de Energia, Moçambique deverá crescer, em média, 10% ao ano, entre 2025 e 2035.

Distribuído pela APO Group em nome de African Energy Chamber.