Ministério da Saúde (MISAU), Moçambique
  • Conteúdo multimédia

  • Imagens (1)
    • Coronavírus - Moçambique regista mais 56 casos de COVID-19 (31 Julho 2020)
  • Todos (1)
Fonte: Ministério da Saúde (MISAU), Moçambique |

Coronavírus - Moçambique regista mais 56 casos de COVID-19 (31 Julho 2020)

Do total de casos positivos reportados nas últimas 24 horas, 1.635 são de transmissão local e 175 importados

Dos novos casos notificados, 53 são de nacionalidade moçambicana, um sul africano, um zambiano e um hondurenho

MAPUTO, Moçambique, 1 de agosto 2020/APO Group/ --

O Ministério da Saúde (MISAU) anunciou esta sexta-feira, 31/07, em comunicado de imprensa, o registo de mais 56 pessoas infectadas pelo Novo Coronavírus, o que perfaz um cumulativo de 1.864 casos de COVID-19 reportados desde o início da pandemia em Moçambique.

Do total de casos positivos reportados nas últimas 24 horas, 1.635 são de transmissão local e 175 importados.

Dos novos casos notificados, 53 são de nacionalidade moçambicana, um sul africano, um zambiano e um hondurenho.

Do total dos novos infectados, 30 estão na província de Cabo Delgado, um em Niassa, quatro em Nampula, um na Zambézia, seis em Sofala, três da província de Maputo e onze na Cidade de Maputo.

Segundo o comunicado de imprensa do Ministério da Saúde os casos hoje reportados, encontram-se em isolamento domiciliar e neste momento decorre o processo de mapeamento dos seus contactos.

Os novos casos saem de um grupo de 1.570 amostras testadas nas últimas 24 horas, sendo 1.162 em laboratórios do sector público e 408 privados.

Sobre os recuperados, o MISAU revelou que três pessoas estão completamente recuperadas do novo coronavírus, totalizando 641 pessoas livres da COVID-19. Dos recuperados, um é da província de Gaza e outros dois da Província de Maputo.

Até esta sexta-feira, sete pessoas estavam sob cuidados hospitalares. Ou seja, um indivíduo na província de Nampula e seis na Cidade de Maputo”.

Refira-se que o país tem um cumulativo de 1.569.679 pessoas rastreadas para a COVID-19 nos diferentes pontos de entrada e 24.362 foram submetidas a quarentena domiciliar.

Distribuído pela APO Group em nome de Ministério da Saúde (MISAU), Moçambique.