Fonte: Ministério da Saúde, Angola |

Coronavírus - Angola: Taxa De Positividade Baixa Para 1.6 Por Cento

Mais um óbito e 93 pacientes recuperados

LUANDA, Angola, 25 de november 2020/APO Group/ --

Mais um paciente morreu de COVID-19, 108 testaram positivo e 93 recuperaram da doença nas últimas 24 horas.

A vítima mortal é um angolano de 47 anos que recebia assistência médica na província do Namibe, segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, nesta terça-feira, 24 de Novembro, em Luanda.

Quanto aos 108 novos casos positivos, as autoridades sanitárias detectaram 15 no Cuanza Norte, 12 no Huambo, dois na Huíla e 79 em Luanda, nas localidades de Belas, Cacuaco, Cazenga, Quiçama, Rangel, Maianga, Samba, Kilamba Kiaxi e Talatona. Este grupo é composto por 55 infectados do sexo masculino e 53 do sexo feminino, na faixa etária de um a 66 anos. 

Os pacientes recuperados, com idades entre um e 58 anos, estão igualmente em várias províncias, sendo 42 em Luanda, 38 na Lunda Sul e 13 no Huambo.

Angola passa a ter 14.742 casos positivos, dos quais 338 óbitos, 7.444 recuperados e 6.960 activos. Entre os activos, cinco estão crítico, 13 graves, 181 moderados, 191 com sintomas leves e os restantes assintomáticos.

Nas últimas 24 horas, foram processadas 2.263 amostras na base da biologia molecular, das quais 108 positivas, com uma taxa de positividade diária de 4,8 por cento. Os laboratórios contam com um acumulado de 217.969 amostras processadas, das quais 14.742 positivas, com uma taxa cumulativa de positividade de 6.7 por cento.

Nos centros de tratamento da COVID-19 estão internados 390 pacientes, com idades entre um e 58 anos. Nas últimas 24 horas, deixaram os centros de quarentena institucional 399 pessoas, enquanto 4.188 estão sob vigilância epidemiológica, por serem contactos directos e indirectos dos casos positivos existentes.

A equipa de saúde mental e de intervenção psico-social assistiu 28 utentes, 44 técnicos de saúde, 81 famílias de utentes e 69 pessoas pelas linhas de apoio psicológico 145 e 146.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) recebeu 103 chamadas para pedidos de informação sobre a COVID-19.

Com objectivo de cortar a cadeia de transmissão da doença, Franco Mufinda reiterou o apelo para o cumprimento das mediadas de prevenção.

A Comissão Multisectorial aponta um ligeiro abrandamento dos casos positivos desde o dia 23 de Outubro a 17 de Novembro, tendo a taxa de positividade passado de 2.6 por cento para 1 por cento, correspondente a um decréscimo de 1.6 por cento.

Franco Mufinda apelou aos cidadãos a continuarem com as mediadas de prevenção, apesar da redução dos casos, no sentido de se baixar a taxa de positividade a menos de 1 por cento.

Distribuído pela APO Group em nome de Ministério da Saúde, Angola.