Fonte: Governo de Angola |

Coronavirus - Angola regista quatro mortes e 671 recuperações

Das quatro mortes reportadas, três são do sexo feminino e um do masculino, cujas idades variam entre 36 e 84 anos

Desde o primeiro registo da doença foram processadas 1.344.455 amostras, com uma taxa de positividade de 7.1 por cento em todo território angolano

LUANDA, Angola, 21 de janeiro 2022/APO Group/ --

Quatro óbitos, 671 pacientes recuperados e 441 novos casos é o resultado, das últimas 24 horas, apresentado pelas autoridades sanitárias angolanas nesta quinta-feira, 20 de Janeiro.

O boletim epidemiológico da Direcção Nacional de Saúde indica que das quatro mortes reportadas, três são do sexo feminino e um do masculino, cujas idades variam entre 36 e 84 anos. Duas mortes ocorreram na província do Huambo, uma em Luanda e igual número na Lunda Sul.

No mesmo período foram reportados 250 casos positivos em Luanda, 72 no Cuanza Norte, 40 em Cabinda, 28 no Huambo, 16 no Cunene, 11 no Zaire, sete no Bié, seis em Benguela, cinco na Huila, dois na Lunda Sul, igual número no Moxico, um no Cuanza Sul e um na Lunda Norte.

No grupo dos novos infectados encontra-se uma criança com dois meses e um adulto com 86 anos.

Ainda no decorrer das últimas 24 horas, 671 pacientes com idades compreendidas entre um mês e 75 anos ficaram recuperados da COVD-19. Destes, 196 encontram-se em Luanda, 105 no Huambo, 62 no Moxico, 19 no Bié, 13 no Cunene, sete na Huíla, seis na Lunda Sul, quatro na Lunda Norte e dois no Uíge.

Os laboratórios processaram 3.528 amostras por RT-PCR, com uma taxa diária de positividade de 12.5 por cento.

Desde o primeiro registo da doença foram processadas 1.344.455 amostras, com uma taxa de positividade de 7.1 por cento em todo território angolano.

O quadro epidemiológico da pandemia compreende um total de 95.220 casos positivos, dos quais 1.881 óbitos, 86.274 recuperados e 7.065 casos activos, dos quais, seis estão em estado crítico, 31 graves, 47 moderados, 52 leves e 6.929 assintomáticos.

Há ainda a registar 126 internados nos centros de tratamento da COVID-19, 90 em quarentena institucional e 6.929 em isolamento domiciliar.

Distribuído pela APO Group em nome de Governo de Angola.