Fonte: U.S. Embassy in Mozambique |

Lançada campanha contra a Violência Baseada no Gênero com o apoio do PEPFAR

O nome da campanha deriva de uma história real, de uma jovem de nome Rosita, que perdeu a vida em Fevereiro de 2021, vítima de violência perpetrada pelo seu parceiro

Temos de agir para que mulheres e raparigas não sofram violência. Que não tenhamos mais Rositas

MAPUTO, Moçambique, 18 de setembro 2021/APO Group/ --

“Dê esperança a 1001 Rositas” é o nome da mais nova campanha lançada em Moçambique para reforçar o combate à Violência Baseada no Gênero (VBG), em particular a violência praticada pelo parceiro íntimo. A iniciativa é promovida pela Plataforma Inter-Religiosa de Comunicação para a Saúde – PIRCOM, em parceria com a Associação ComuSanas, com o Suporte do Governo da República de Moçambique, através do Ministério do Gênero, Mulher e Acção Social e do Governo dos Estados Unidos da América através do Plano de Emergência do Presidente dos Estados Unidos para o Alívio da SIDA – PEPFAR.

O nome da campanha deriva de uma história real, de uma jovem de nome Rosita, que perdeu a vida em Fevereiro de 2021, vítima de violência perpetrada pelo seu parceiro. Rosita, que em vida era uma activista pelos direitos da rapariga, e trabalhou como Mentora do Programa DREAMS, em Sofala, também suportado pelo PEPFAR, acabou por ser vítima do mal que ela própria combatia, tendo deixado uma filha menor de idade.

Como forma de homenagear a esta Rosita da Província de Sofala e, por intermédio dela, outras tantas “rositas” espalhadas pelo país, e relançar os apelos contra a violência baseada no gênero, surge a campanha “Dê Esperança a 1001 Rositas”. Um dos diferenciais da mesma é o facto de ser encabeçada por organizações baseadas na fé – um sector considerado chave pelo PEPFAR na resposta ao HIV e outros fenómenos relacionados, considerando o papel que os líderes religiosos desempenham nas comunidades locais e o respeito que granjeiam por parte dos fiéis.

Presente na cerimónia de lançamento da campanha, a Coordenadora Nacional do PEPFAR, Jackelyn Sesonga, realçou a importância do envolvimento de todos os seguimentos sociais para acabar com a violência.

“Deve ser o esforço de todos nós, individual e colectivamente, garantir que os sonhos de muitas raparigas não acabem desfeitos por causa da violência a que estão sujeitas. Moçambique é a Pérola do Índico.  E que valor tem uma pérola quebrada?”, questionou, acrescentando que “a violência baseada no género destrói o potencial de uma vida estável e feliz”.

Por sua vez, a Ministra do Gênero, Mulher e Acção Social, Nyeleti Mondlane, referiu que o combate à violência baseada no Gênero é uma das prioridades do Governo de Moçambique, que promove a igualdade entre os cidadãos.

“Temos de agir para que mulheres e raparigas não sofram violência. Que não tenhamos mais Rositas”, desafiou a governante.

Dados da ONUSIDA e UNICEF indicam que cerca de um terço das raparigas adolescentes de 15 anos declaram que são sujeitas à violência física e 46% violência doméstica, sexual ou emocional pelos seus parceiros íntimos em Moçambique. A VBG é um fenómeno com contornos alarmantes no país, afectando a todos, independentemente do estrato económico e social.

A campanha “Dê Esperança a 1001 Rositas” será lançada, também nas províncias, a começar por Sofala, do dia 18 de Setembro de 2021, com a presença de membros da família da Rosita, membros do Governo Provincial, representantes do Governo Americano, líderes religiosos, dentre outros, num evento com transmissão em directo na Televisão de Moçambique (TVM).

Segue este este link para ver a live do evento no Facebook

Abaixo estão disponíveis os discursos completos das seguintes personalidades presentes no lançamento da campanha:

Coordenadora Nacional do PEPFAR – Jacquelyn Sesonga

Ministra do Gênero, Criança e Acção Social – Nyeleti Brooke Mondlane

Vice Presidente da PIRCOM – Sheik Aminuddin Muhammad

Director Executivo da PIRCOM – Dom Dinis Matsolo

Distribuído pela APO Group em nome de U.S. Embassy in Mozambique.