Engie Energy Access
  • Conteúdo multimédia

  • Vídeos (1)
    • ENGIE
  • Imagens (6)
    • Gillian-Alexandre Huart
    • ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África (1)
    • ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África (2)
    • ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África (3)
    • ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África (4)
    • ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África (5)
  • Ligações (1)
  • Todos (8)
Fonte: Engie Energy Access |

ENGIE nomeia Gillian-Alexandre Huart para liderar o seu negócio Acesso à Energia em África

Na sua nova função, ele será responsável por conduzir o ambicioso objetivo da ENGIE de manter a liderança de mercado e proporcionar um impacto as longo prazo na vida de todos os africanos

Sinto-me honrado e motivado por liderar um negócio que é fundamental para a ENGIE

BERLIN, Alemanha, 12 de outubro 2020/APO Group/ --

A ENGIE (www.ENGIE.com) tem o prazer de anunciar a nomeação de Gillian-Alexandre Huart como CEO da ENGIE Energy Access, o seu negócio de Acesso à Energia em África, com a tarefa de fornecer energia limpa e acessível a milhões de residências e empresas em todo o continente.

A ENGIE lançou a sua estratégia de Acesso à Energia (A2E) em 2018, em linha com a ambição de expandir a sua presença em África e impactar milhões de vidas em todo o continente. A estratégia agora evoluiu para um negócio completo com a integração bem-sucedida das empresas de sistemas domésticos de energia solar, Fenix ​​International, ENGIE Mobisol, e o provedor de mini-redes, ENGIE PowerCorner sob uma entidade única com o nome - ENGIE Energy Access.

Com esta integração, a ENGIE Energy Access é agora um dos provedores de soluções solares, Mini-redes e off-grid, Pay-As-You-Go (PAYGo) líderes em África, atendendo a mais de um milhão de clientes e impactando mais de 5 milhões de vidas em nove países - Uganda, Zâmbia, Quênia, Tanzânia, Ruanda, Nigéria, Benin, Costa do Marfim e Moçambique.

Antes da sua nomeação como CEO, Gillian Alexandre Huart, foi Diretor Executivo da EMEAI (Europa, Médio Oriente, África e Índia) na ENGIE Impact. Ele começou a sua carreira como consultor na Accenture antes de ingressar na ENGIE em 2002. Desde então, ocupou vários cargos de alta gestão em todo o Grupo na Europa, Ásia e Médio Oriente.

Na sua nova função, ele será responsável por conduzir o ambicioso objetivo da ENGIE de manter a liderança de mercado e proporcionar um impacto as longo prazo na vida de todos os africanos.

“Sinto-me honrado e motivado por liderar um negócio que é fundamental para a ENGIE. Mais de 600 milhões de pessoas na África Subsaariana não têm acesso à eletricidade e temos um papel importante a desempenhar para resolver essa lacuna. Com a integração das três empresas, agora podemos atender os nossos clientes de acordo com as suas necessidades específicas de energia - desde iluminação básica e carregamento de telefones até sistemas mais avançados para residências e equipamentos de uso produtivo para promover o empreendedorismo e impulsionar a economia com a atividade em comunidades rurais ”, disse Huart.

Shankar Krishnamoorthy, Vice-Presidente Executivo do Grupo ENGIE, disse: “Estou satisfeito que, após um processo de seleção completo, pudemos nomear Gillian para esta função desafiadora. Ele tem um histórico de liderança empresarial de sucesso e formação de grandes equipas dentro da ENGIE e estou confiante na sua capacidade de liderar esta organização na realização da nossa ambição de longo prazo de impactar milhões de vidas em África ”.

Eletrificação universal é o sétimo dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas que a comunidade global se comprometeu a alcançar até 2030. A ENGIE está confiante de que o acesso universal à energia é alcançável em um futuro previsível, por meio de investimentos inteligentes e com uma combinação de extensão da rede nacional, Sistemas Domésticos Solares e Mini-redes.

Distribuído pela APO Group em nome de Engie Energy Access.

Contacto de imprensa:
ENGIE Energy Access
ayisola.iroche@engie.com

Sobre ENGIE Energy Access:
ENGIE Energy Access (https://bit.ly/3nCokrX) é o provedor líder de soluções Pay-As-You-Go (PAYGo) e mini-redes na África, com a missão de fornecer soluções de energia acessíveis, confiáveis ​​e sustentáveis ​​e serviços de mudança de vida com experiência excepcional para o cliente. A empresa é resultado da integração da Fenix ​​International, ENGIE Mobisol e ENGIE PowerCorner; e desenvolve soluções inovadoras de energia solar fora da rede para residências, serviços públicos e empresas, permitindo aos clientes e parceiros de distribuição de acesso a energia limpa e acessível. Os sistemas domésticos solares PAYGo são financiados em parcelas acessíveis a partir de $ 0,14 por dia e as mini-redes promovem o desenvolvimento econômico, permitindo o uso produtivo da eletricidade e gerando oportunidades de negócios para empresários em comunidades rurais.

Com mais de 1.700 funcionários, operações em nove países da África (Benin, Costa do Marfim Quênia, Moçambique, Nigéria, Ruanda, Tanzânia, Uganda e Zâmbia), mais de 1 milhão de clientes e mais de 5 milhões de vidas impactadas até agora, ENGIE Energy Access tem como objetivo permanecer como uma empresa líder em energia limpa, atendendo a milhões de clientes em toda a África até 2025.

Sobre ENGIE na África:
A ENGIE (www.ENGIE-Africa.com) é a maior produtora independente de eletricidade do mundo e um dos maiores “players” em gás natural e serviços de energia. O Grupo tem mais de 50 anos de experiência no continente africano e tem a capacidade única de implementar soluções integradas ao longo da cadeia de valor da energia, desde a produção centralizada de eletricidade até soluções fora da rede, sistemas solares domésticos, mini-redes) e serviços de energia. A ENGIE na África emprega cerca de 4.000 pessoas e possui 3,15 GW de capacidade de geração de energia em operação ou construção. É líder no mercado de energia descentralizada, fornecendo energia limpa a mais de 5 milhões de pessoas por meio de instalações solares domésticas e mini-redes locais.