Fonte: Ministério da Saúde (MISAU), Moçambique |

Coronavírus - Moçambique regista décima quarta morte por COVID-19 (03 Agosto 2020)

Moçambique totaliza 14 mortes por COVID-19, duas mortes por outras causas e 1.973 casos de infecção pelo Coronavírus

Dos novos curados, seis estão ma província de Cabo-Delgado, cinco em Niassa, dois em Nampula, três na Zambézia, um na província de Tete e cinco na Cidade de Maputo

MAPUTO, Moçambique, 4 de agosto 2020/APO Group/ --

Um indiano de 45 anos de idade perdeu a vida na madrugada de hoje, 03/08, em Nampula, após ter sido infectado pelo Coronavírus.

A informação foi tornada pública esta tarde por Benigna Matsinhe, directora nacional adjunta de Saúde Pública no Ministério da Saúde (MISAU).

Em conferência de imprensa, a directora explicou que o indivíduo de nacionalidade indiana deu entrada no Hospital Central de Nampula no dia 30 de Julho de 2020 com um quadro grave. “Foi colhida a amostra para COVID-19 e esteve internado no Centro de Isolamento da COVID-19 durante três dias, período durante o qual registou agravamento do quadro clínico”, disse Matsinhe.

A representante do MISAU adicionou que, nas últimas 24 horas, foram diagnosticados mais 27 casos positivos de infecção pelo novo Coronavírus, perfazendo 1.973 o total de pacientes confirmados a doença no país. Destes, 1.798 são de transmissão local e 175 importados.

Dos casos notificados, 25 são de nacionalidade moçambicana e dois de nacionalidade portuguesa, sendo que “três estão em Cabo Delgado, dois em Nampula, três na Zambézia, seis em Tete e dois em Gaza” e todos resultam da vigilância activa nas unidades sanitárias.

A dirigente explicou que os novos pacientes saem de um grupo de 831 amostras testadas nas últimas 24 horas nos laboratórios nacionais do sector público e privado.

Assim, Moçambique totaliza 14 mortes por COVID-19, duas mortes por outras causas e 1.973 casos de infecção pelo Coronavírus.

Hoje foram anunciados mais 22 casos recuperados, contabilizando 676 indivíduos livres da COVID-19.

Dos novos curados, seis estão ma província de Cabo-Delgado, cinco em Niassa, dois em Nampula, três na Zambézia, um na província de Tete e cinco na Cidade de Maputo. Todos os recuperados são de nacionalidade moçambicana.

Prosseguindo, explicou que o país tem neste momento, dez indivíduos internados devido aos efeitos da COVID-19, sendo “um em Nampula, quatro na província de Sofala e cinco na Cidade de Maputo” e todos cursam com evolução clínica satisfatória.

Refira-se que Moçambique tem um cumulativo de 1.627.189 pessoas rastreadas para a COVID-19 nos diferentes pontos de entrada. Destas, 25.839 foram submetidas à quarentena domiciliar e neste momento, 3.593 pessoas observam a quarentena domiciliar.

Distribuído pela APO Group em nome de Ministério da Saúde (MISAU), Moçambique.