Fonte: Ministério da Saúde, Angola |

Coronavirus - Angola: COVID-19 - Três pacientes recuperam e dois adolescentes testam positivo

Angola passa a ter 88 casos positivos, dos quais 59 activos e estáveis, um em estado crítico, 24 recuperados e quatro óbitos

No país foram colhidas 11.285 amostras, das quais 88 positivas, 10.343 negativas e 854 estão em processamento

LUANDA, Angola, 7 de junho 2020/APO Group/ --

Os recuperados são uma criança de um ano, uma mulher de 36 anos e um homem de 38 anos, moradores do Talatona, em Luanda.

O secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, informou que os dois casos positivos, ambos do sexo masculino, são contactos indirectos de cidadãos infectados que já recebem tratamento.

As vítimas, de 11 e 14 anos, encontravam-se em quarentena institucional, quando foram testadas, e também estão a ser devidamente assistidas.

Com a alteração do quadro epidemiológico, Angola passa a ter 88 casos positivos, dos quais 59 activos e estáveis, um em estado crítico, 24 recuperados e quatro óbitos. Os casos de contaminação local subiram para 59 e mantêm-se os 29 importados.

Franco Mufinda, que falava este sábado no ponto informativo sobre a COVID-19, destacou a visita do Presidente da República, João Lourenço, ao novo Centro de Rastreio e Tratamento da COVID-19 da Clínica Girassol, que teve o apoio do Ministério da Saúde, na questão do fornecimento de material de biossegurança, formação dos técnicos e, de modo geral, em toda abordagem metodológica.

O centro tem serviços integrados e muitifacéticos, como o de radiologia, hemodiálise, laboratório e ainda um robot que interage com os pacientes para evitar a contaminação dos profissionais de saúde.

Após a pandemia, Franco Mufunda disse que o centro vai atender pacientes com outras doenças, sobretudo moradores do município de Viana, onde está instalado.

Outra “boa nova” tem a ver com a abertura de um laboratório na Clínica Medical Center, em Luanda, para o diagnóstico da COVID-19.

No país foram colhidas 11.285 amostras, das quais 88 positivas, 10.343 negativas e 854 estão em processamento.

Nos centros de quarentena institucional estão 1.060 cidadãos e saíram 41 nas últimas 24 horas, sendo 34 em Luanda, quatro no Cuando Cubango, dois em Cabinda e um no Huambo.

O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou 30 pedidos de informação sobre a COVID-19 e as províncias de Cabinda, Cuanza Norte, Cunene, Huíla, Uíge, Lunda Sul e Moxico reportaram várias actividades para a prevenção e combate à pandemia, como investigação de casos suspeitos, formação de técnicos de saúde, desinfeção de locais públicos e palestras de sensibilização nas comunidades.

Distribuído pela APO Group em nome de Ministério da Saúde, Angola.