Fonte: Ministério da Saúde, Angola |

Coronavirus : Angola regista mais duas mortes e 21 novas infecções por COVID-19

O quadro epidemiológico da pandemia no país apresenta 483 casos positivos, dos quais 340 activos, 118 recuperados e 25 óbitos

LUANDA, Angola, 13 de julho 2020/APO Group/ --

Os pacientes que não resistiram ao coronavírus são angolanos de 64 e 62 anos. O primeiro esteve nos cuidados intensivos da Clínica Sagrada Esperança, desde o dia 26 de Junho, com um quadro respiratório grave. O segundo recebia tratamento no Centro de Campanha de Viana, tinha outras comorbidades e apresentou um quadro respiratório agudo grave.

No grupo dos novos pacientes que apresentam manifestações leves, oito são do sexo feminino e 13 do sexo masculino, com idades compreendidas entre 31 e 71 anos. 

Uma cidadã de nacionalidade indiana faz parte deste grupo, segundo a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, em conferência de imprensa este sábado, 11 de Julho, para actualização dos dados da COVID-19.

O quadro epidemiológico da pandemia no país apresenta 483 casos positivos, dos quais 340 activos, 118 recuperados e 25 óbitos.

Os municípios do Talatona, Belas, Viana e os distritos urbanos da Ingombota e Maianga são os mais afectados pelo coronavírus a nível do país.

Até ao momento, o total de amostras colhidas é de 37.212, das quais 483 positivas, 31.488 negativas e 5.241 em processamento.

Este sábado, terminou no mercado do Asa Branca, no município do Cazenga, a primeira fase do processo de testagem em massa, que abrangeu igualmente os mercados do Catinton, 30 e do Kicolo, e grupos de riscos na província de Luanda. Este trabalho resultou na testagem rápida de seis mil pessoas.

A nível do país, foram realizados 10.186 testes, desde que teve início o rastreio em massa. Destes, 7.500 em Luanda e 833 em alguns pontos de saída da província como no Rio Longa e Maria Teresa. Outros 318 testes foram reactivos, devendo ser submetidos ao teste de biologia molecular com RT-PCR, para confirmação dos resultados.

Nos centros de quarentena institucional estão 849 pessoas. Mantêm-se os 2.332 contactos directos e ocasionais dos casos positivos e os 572 casos suspeitos.

A ministra da Saúde destacou a adesão numerosa de cidadãos aos postos de testagem em massa e voltou apelar ao cumprimento das medidas de protecção individual e colectiva, como o uso da máscara, lavagem das mãos com frequência com água e sabão, o uso do álcool gel sempre que possível e o distanciamento entre as pessoas, para  o corte da cadeia de transmissão do coronavírus.

Distribuído pela APO Group em nome de Ministério da Saúde, Angola.