Fonte: Governo de Angola |

Coronavirus – Angola : Angola Regista Um Óbito e 89 Novas Infecções Mais 1.416 Pacientes Recuperados

Nesse grupo, composto por 46 pacientes do sexo masculino e 43 do feminino, encontra-se uma criança de um mês de vida e um adulto de 66 anos

Os técnicos de laboratórios processaram 1.296 amostras por RT-PCR, com uma taxa diária de 6.4 por cento

LUANDA, Angola, 28 de janeiro 2022/APO Group/ --

Um ancião de 79 anos faleceu, vítima da COVID-19, nas últimas 24 horas, período em que ficaram recuperados 1.416 pacientes e registadas 89 novas infecções associadas à doença.

A morte ocorreu na província da Lunda Sul, segundo o boletim diário da Direcção Nacional de Saúde Pública (DNSP), divulgado esta quinta-feira, 27 de Janeiro.

Das 89 novas infecções, 42 foram registadas em Luanda, 22 no Cuanza Sul, 15 na Lunda Sul, três no Huambo, duas no Bié, número idêntico na Huíla e Moxico e uma no Cuando Cubango. Nesse grupo, composto por 46 pacientes do sexo masculino e 43 do feminino, encontra-se uma criança de um mês de vida e um adulto de 66 anos.

O boletim revela, igualmente, que no mesmo período 1.416 pacientes recuperaram da COVID-19, em vários pontos do país. A faixa etária dos recuperados varia entre três meses e 96 anos, sendo 432 em Luanda, 253 em Cabinda, 231 no Zaire, 188 em Benguela, 116 no Cuanza Sul, 55 na Huíla, 43 no Cuanza Norte, 35 no Moxico, 25 no Huambo, 21 no Cunene, 11 no Bengo e seis no Bié.

Os técnicos de laboratórios processaram 1.296 amostras por RT-PCR, com uma taxa diária de 6.4 por cento. Actualmente são 1.369.550 o cumulativo das amostras processadas, com uma taxa de 7.1 por cento.

Com os recentes dados das últimas 24 horas, Angola conta com 97.901 casos positivos. Desse número, 1.893 pessoas morreram, 92.296 ficaram recuperadas e 3.739 são portadoras do vírus da COVID-19, estando três em estado crítico, 15 graves, 24 moderados, 42 leves e 3.655 assintomáticos.

Nos centros de tratamento da COVID-19 estão 84 doentes internados, 30 em quarentena institucional e 3.655 em isolamento domiciliar.

Distribuído pela APO Group em nome de Governo de Angola.